quarta-feira, novembro 07, 2007

Jogos Mortais 4

Acabei decidindo ir no cinema com o meu namorado (até por que ninguém me contou que horas ia começar a despedida de solteira daquela minha amiga). Como eu já tinha comentado, ele até tinha concordado em assistir Tropa de Elite, mas como não estava mais passando no nosso cinema (nós temos um cinema de estimação! :P), assistimos ao 4º volume de Jogos Mortais.

Se eu fosse veterana de medicina botaria os calouros para ver esse filme. Eu fiquei um bom tempo questionando em pensamento a escolha do filme (tinha um outro em cartaz que o título eram números!) durante a cena da autópsia do Jigsaw. A exposição me fez duvidar novamente da minha simpatia pela medicina forense.

Fico me perguntando o quanto de exposição é necessária em filmes. A exposição de elementos como sexo e violência garantem público e audiência para cinema e televisão, por que despertam a atenção humana.Só que a utilização desses elementos vai anestesiando as pessoas de tal forma que cada vez se precisa de uma dose maior (talvez o melhor termo para expressar isso nem seja anestesia, ma vício).

Tenho que concordar com o meu namorado: o visual noir, com os atores parecidos (e feios, diga-se de passagem) junto com os flashbacks deixam alguns trechos do filme confuso. Meu boifréndi é meio lerdinho para perceber algumas referências em alguns filmes (também ele não tem como competir com o cérebro policonectado de uma rata de biblioteca, coitado), mas teve muita coisa que eu também fiquei sem saber se eu não entendi por que estava confundindo personagens ou se eram ganchos para um Jogos Mortais 5.


Por sinal, hoje eu vejo na série Jogos Mortais três momentos: O primeiro remete ao início (dã), com o puro e simples Jogos Mortais. Um filme com um bom argumento que poderia tem acabado ali. Mas com a repercussão do 1º filme, as possibilidades abertas e a curiosidade dos fãs foi um pulo para o desenho de uma trilogia. E foi feito. Novamente, a estória poderia ter parado em Jogos Mortais 3.

Agora uma nova rede de possibilidades se abre com Jogos Mortais 4. Quem já experimentou o fenômeno de fanfics, como a galera da Pottersfera, sabe que toda a estória deixa várias brechas que podem ser continuadas. Quem já leu/viu História Sem Fim também conhece esse potencial e sabe a que extremos a fantasia pode chegar (embora eu tenha ficado perdida no filme quando o assisti numa dessas Sessões da Tarde, achei um saco, só percebi o quanto era interessante quando li).

Quer saber? Não falo mais de Jogos Mortais assim, por extenso. Daqui pra frente vai ser só JM nº x! Quem está a fim de ver, lembre-se de conferir que assistiram os anteriores da série. Afinal de contas, esse pode ser um novo começo para a série. Quem consegue permanecer na sala durante a cena da autópsia assiste o restante do filme numa boa!

5 comentários:

Ru Correa disse...

Eu ainda não fui ver, nem se vou!!
ehehehehe

Beeeeeeijos!!

Thera Fajyn disse...

::.Y.::

Se você tem estômago fraco é melhor parar pelo 3º da série e procurar outras diversões mesmo! ;)

Enio Luiz Vedovello disse...

Não é, com certeza, o tipo de filme que me atrai. Eu prefiro os filmes de suspense bem feitos, com pouco (ou até nenhum) sangue, como os do Hitchcock ou, mais recentemente, "O Chamado" (o primeiro, o segundo não ficou tão bom) e "A Chave Mestra".

Agora, para os estudantes de medicina, falando como profissional de saúde, eu indicaria todas as temporadas do House.

Enio Luiz Vedovello disse...

[off-topic] Mandei mais um meme para você. Entre no meu blog e veja.
Outros virão.
Beijos.

Thera Fajyn disse...

::.Y.::

House é tudo de bom! Em breve verei o meme viu ênio? Está na lista!

[Arit-Chat]

COMUNICADO DE Thera Vector: antigos comentários via Haloscan que a galera gosta de usar de chat. Sim, mais uma coisa cujo "culpado" é o Cabo Ênio, entendam-se com ele se não gostarem! :P Querem brincar também? Bom, até agora eu identifiquei as seguintes salas de bate-papo: [sala 1 - Vídeos inúteis] [sala 2 - Blogut] [sala 3 - Memes]